Festival de fotografia gratuito leva para o Brooklyn (NY) mais de 600 artistas internacionais

 

Em sua 8a edição, o evento de fotografia conta com exposições temáticas, instalações ao ar livre, workshop e palestras

 

A partir do dia 12 de setembro, uma "vila fotográfica" será instalada no Brooklyn Bridge Park, em Nova York, reunindo algumas das melhores exposições fotográficas da atualidade.

O conceito faz parte do festival Photoville, que montará mais de 65 containers para abrigar as mais diversas exposições.

 

Festival de Fotografia Gratuito em NY

 

Com o apoio de mais de 100 curadores, o festival de fotografia apresentará esse ano mais de 600 artistas visuais. Além das exposições, conta com uma programação extensa que vai de projeções noturnas, workshops, feira de fotolivros, visitadas guiadas, painéis de discussões e palestras, em um ambiente informal e descontraído atraente para um público diverso: family-friendly, dog-friendly, e com total acessibilidade. Montam ainda um beer Garden com cervejas produzidas no próprio bairro do Brooklyn.

As atividades de imersão e interatividade fazem deste festival de fotografia bastante popular, e já um sucesso entre o público. É hoje o maior festival de fotografia de Nova Iorque, atraindo mais de 95 mil visitantes (edição de 2018).

Uma das fundadoras do festival diz que o propósito de tornar a arte acessível para qualquer pessoa de qualquer idade é um dos ganhos do evento. Ela comemora quando comparecem mais de 500 estudantes para participar do “education day”, que o festival promove. Ou ainda quando os trabalhadores de obras próximas ao local vão visitar as exposições na hora do almoço.

 

Photoville, festival de fotografia no Brooklin, NY

 

Durante esses 10 dias de evento o público poderá conferir de perto os mais diversos painéis discutindo fotografia de rua, fotografia documental, fotojornalismo, fotografia de retrato, natureza, entre outras categorias. Um dos painéis de destaque é o Parallax, que vai debater sobre a fotografia trans e queer.

Já o painel “Conversations on Conflict Photography”, discute a complexidade e os dilemas da atualidade sobre as fotografias em área de conflito. Participam deste painel, Lauren Walsh, professora e escritora, especialista em fotografia de conflito, Nina Berman, fotografa que cobriu conflitos na Bosnia e no Talibã, Spencer Platt, fotojornalista da Getty Images e Maryanne Golon  diretora de fotografia do The Washington Post.

O público também poderá fazer workshops gratuitos, promovidos pela Adobe, uma das apoiadoras do evento. Cursos com profissionais como “Edite fotos em qualquer lugar com Rob Sylvan” ou “Fotografia preto e branco com Lavonne Hall” estão dentro da programação.

Ainda, a ASMP (American Society of Media Photographers) promoverá sessões de “Portfolio Review”, onde um time de fotógrafos profissionais irão analisar portfolios do público, com horário previamente marcado através do site.

O festival de fotografia ainda contará com um espaço chamado Penumbra Tintype Portrait Booth, oferecendo retratos em ferrotipia. Esse o processo fotográfico consiste na criação de uma imagem positiva sem negativo, feita diretamente sobre uma chapa fina de ferro, revestida com verniz ou esmalte escuro, que é utilizado como base para a emulsão fotográfica.

Além da programação diurna o festival de fotografia conta com uma extensa programação noturna, com projeções variadas. O The New York Times irá apresentar uma sessão sobre cobertura fotográfica de reportagens marcantes durante o ano. Fotógrafos e editores estarão no local para comentar os trabalhos, mostrar os bastidores de uma cobertura fotográfica, como é preparado, como é feito na hora, que tipo de narrativa é mais interessante abordar hoje em dia, entre outras questões do fotojornalismo.

 

Festival de fotografia em NY - Photoville

 

Em outra sessão noturna, os fotógrafos da National Geographic Kate Brooks, Jennifer Hayes e Kirsten Luce conversam com a diretoria de fotografia da National Geographic Sarah Leen, cujo trabalho é contar histórias através da fotografia, abordando entre diversos temas, alguns de grande debate como caças predatórias, mudança climática, turismo selvagem, entre outros.

 

Como podemos ver, o Photoville é um evento de fotografia completo, necessário e que aborda diversos assuntos do universo da fotografia que são atraentes para qualquer tipo de público.

 

A programação completa está aqui: https://photoville.nyc/

elpulpo