Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Distintos momentos na história, diferentes gerações, estilos fotográficos diversos. Em comum, muito respeito e cuidado ao retratar povos e comunidades tradicionais. Estamos falando da fotógrafa Claudia Andujar, referente absoluto quando pensamos na construção da imagem dos povos indígenas brasileiros e Ana Mendes, fotojornalista multimídia que, em 2017 ganhou menção honrosa no prêmio Poy Latam, na categoria vídeo com ‘O Massacre de Caarapó’.

Claudia Andujar é artista e ativista. Tem fotografado os Yanomamis, povo indígena amazônico, a mais de cinquenta anos. Realizou a primeira viagem na década de 1970 como fotógrafa e depois voltou muitas vezes para visitar a tribo e conviver com ela. Seu olhar é pura poesia, seu trabalho todo um legado.

 

Ana Mendes faz parte da nova geração que reforça a união da fotografia com o ativismo. Trabalhando com a metodologia da fotografia compartilhada (método elaborado pelo fotógrafo J.R.Ripper) atua como documentarista realizando projetos fotográficos em diversos Estados brasileiros.

 

Duas mulheres que, aqui no pulpo, nos inspiram muito a pensar constantemente nosso papel como produtoras e principalmente divulgadoras de narrativas fotográficas.

©Ana Mendes

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
elpulpo